segunda-feira, 31 de agosto de 2009

CONSUMO CONSCIENTE - SACOLAS DE PANO

Não participei da blogagem coletiva, mas acho interessante falar aqui, sobre o consumo consciente. E o assunto escolhido foram as "famigeradas" sacolas de plástico. Tão nocivas quanto qualquer plástico é. Eles levam 400 anos até se dissolverem no ambiente. E poluem muito. Essas sacolas já deixaram de ser objeto de reciclagem já faz muito tempo. O bom agora é você usar as sacolas reutilizáveis, de pano. O problema que eu vejo nessa troca é que muitos comerciantes, vão querer embutir nos produtos do supermercado, o valor das sacolas. Sim, elas custam muito mais que as sacolinhas de plástico.
Em Santa Catarina, uma associação lançou a campanha para que os supermercados abandonassem de vez o uso da sacolinha de plástico.
No site do Planeta Sustentável: www.planetasustentavel.com.br
há dados assustadores sobre a produção de sacolas de plástico no planeta anualmente:
- no mundo, são produzidas, de 500 bilhões a um 1 trilhão de sacolas plásticas.
- só no Brasil são 12 bilhões.






Essas mesmas sacolas plásticas, que são usadas para acondicionar o lixo doméstico, acabam indo parar também no mar. e com isso os animais que vivem lá as comem pensando tratar-se de alimento. E esse plástico mata os animais - baleias, golfinhos, focas, tartarugas e aves, só para citar alguns. Poluem os oceanos! Porque ficam boiando. Há um vídeo que circula no site do Youtube, sobre a necropsia de um albatroz. De dentro de sua barriga ela retira: 5 tampinhas de garrafa, uma caneta, 1 pedaço de tela e até uma escova de roupa! São os chamados entulhos marinhos. Pedaços de lixos sólidos levados pelas correntes desde a Antártida até a Groelândia e que vitimaram até agora 267 da fauna marinha, segundo o Greenpace. Em todo o mar, são 60% a 80% do lixo, são plásticos. Como o albatroz engole tudo aquilo que brilha acaba morrendo desnutrido. Sua alimentação é composta basicamente de moluscos,medusas e algas de grande porte. Um pedaço de plástico tem uma carga tóxica dezenas de milhares de vezes maior que a da água salgada onde bóia. E seu maior problema é que ele não é biodegradável, isto é, a ação da natureza sobre ele não o quebra em elementos simples - como o papel que se reduz a água e a CO2 quando decomposto. Ele só é quebrado pela luz do sol, muito lentamente (algo como 450 anos para uma garrafinha de água), em pedaços cada vez menores, mas sempre polímeros plásticos!



6 comentários:

Carla Martins disse...

Ai, nem me fale!!!! para começar, uma boa medida é levar sacolas de pano pro marcado, ao invés de usar dezenas de sacolas plásticas pra embalar as compras do mês. Eu levo as minhas, e quando esqueço e chego no mercado, a culpa vem com tudo!

Beijos!

Mylla Galvão disse...

Carlinha,
Vc não vai participar da minha blogagem?

Sandra disse...

PRECISEI ME AUSENTAR DO BLOG.
MAS SABADO EU FUI NA MISSA E REZEI POR VC., PELA SUA SAUDE.
NA HORA DA CONSAGRAÇÃO EU PEDI DEUS QUE OLHASSE POR VC.
DEUS LHE ABENÇÕE AMIGA.
AMANHÃ VOLTAREI PARA LHE VISITAR.
COM MUITO CARINHO
SANDRA.
FIQUE EM PAZ E COM MUITA SAUDE.

Andreia disse...

Oi Mylla! Que bela e conciente postagem, precisamos de muitas como esta!
Vou participar da blogagem coletiva com certeza.Tem um meme para você lá no blog! Espero que goste.
Pelos comentários parece que não estás muito bem de saúde? Desejo-te melhoras querida e também vou orar por ti.
Beijos linda e tenha uma semana regada de muita paz e saúde...

luzdeluma disse...

Do que acho mais graça, são dos rebeldes sem causa! Eles vão no blogue e esperneiam, comentando que blogagens coletivas ou mesmo, simplesmente falar sobre o assunto, não vai adiantar de nada! Essas pessoas não querem sair da 'zona de conforto'. Elas querem usufruir sem que alguém aponte-lhes os dedos dizendo dos atos errados que cometem.
De tanto que se falou na mídia, incluindo os blogues, as organizações estão se unindo para forçar que os governos eduquem 'na marra' o povo, em favor da questão ambiental. Aqui na minha cidade, já é lei aprovada na Camara de vereadores: Supermercado tem que dar a opção ao consumidor e em ambos os casos, as sacolas são vendidas, nisto inclui a de plástico.
Tem que ser assim! O povo toma consciencia quando mexe com seu bolso.
Beijus

Kotta disse...

Adoptei este sistema vou ao supermercado meto as compras no carrinho. Transfiro tudo para os meus sacos, assim não pago a publicidade desses super.Já repararam que em alguns supermercados pagamos os sacos e ainda lhes fazemos a publicidade?Quem fica a lucrar. Bjo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...