quarta-feira, 25 de julho de 2012

É PRECISO PERDER... PRA SE DAR VALOR...


Um DESABAFO aqui...

Quando eu voltei para Viçosa, em 2008, eu voltei com um pensamento na cabeça: voltei por causa de minha mãe... Para cuidar dela até o fim.
Talvez eu soubesse de antemão que ela iria embora no ano seguinte...
Mas hoje, conversando com a nora no Facebook, eu admiti que eu voltei mesmo pra MG, foi porque eu sentia uma falta imensa não só da minha mãe; como também de meu filho...
É estranho como nós seres humanos, temos que perder algo de que a gente gosta, para saber dar o valor que elas merecem!
Meu filho é uma pessoa sensata... E eu que pensei que ia se enveredar por outro caminho. Graças a Deus, ele voltou para o caminho certo...
Mas uma coisa meu filho não sabe... Viver na pressão!
Se ele por exemplo estiver estudando e acontecer uma coisa que se exige muito dele, ele larga o estudo por não dar conta nem do estudo dele; nem da situação pela qual está passando.
Foi assim com minha mãe (por isso ele atrasou o estudo) e aconteceu agora de novo...
Tivemos um primeiro semestre bem tumultuado aqui em casa - meus irmãos adoeceram gravemente - e ele mais uma vez largou o supletivo porque não estava conciliando um evento com outro...
Durante a doença de minha mãe, meu filho entrou em depressão...
Aliás... Uma coisa interessante ocorre aqui em casa... Todo mundo aqui tem depressão. Em graus diferentes, mas todos tem...
A minha depressão por exemplo, eu costumava amainá-la quando saia com meus amigos e jogava conversa fora... Ou quando tomava meus porres homéricos (hoje sei que mágoas boiam!). Agora a curo diante do PC ou lendo um bom livro!
Meu filho não sabe lidar com a dele... E ele sofre com isso...
Faço o que posso e o que não posso para cuidar dele. Acho até que o mimo demais...
Mas é o jeito que tenho para tentar suprir minha ausência do passado...
Então... esse é o meu jeito de falar que o que eu perdi de convivência com meu filho; eu agora dou imenso valor...
Se eu pensasse diferente no passado, hoje não estaria sofrendo de remorsos por isso...

Mas... Bola pra frente... Que atrás vem gente!!!


2 comentários:

Marcos disse...

Afinal de contas quem nao tem um pouco de depre que atire a primeira pedra...

Lidar com diferentes situaçoes só faz a pessoa crescer, enfrentar as diferenças e os problemas é uma arte de viver.

Vá para uma empresa que exige de voce tudo e mais um pouco que voce cria asas nas costas.

Boa sorte e abç

Sissym disse...

Mylla, muita pessoas tem depressão, mas tristeza não é depressão. Perder quem amamos, pessoas de laços de sangue, pode ser dificil de aceitar e superar. Infelizmente, a vida é feita de altos e baixos, de encontros e despedidas. O negocio é saber dar valor no momento certo, depois já é passado e este não volta mais.

Bjs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...