domingo, 4 de novembro de 2012

MACONHA FAZ SIM; MUITO MAL AO ORGANISMO!!!


A capa de Veja da semana passada falava sobre a maconha, uma planta que já era usada pelos assírios há muitos anos...
O importante nessa história toda, é que ela de fato, faz muito mal a saúde! E muito mais mal do que o crack e a cocaína juntos!
Eu explico, o crack é sim uma droga devastadora. Faz pessoas obesas secarem! (Literalmente!) E a cocaína idem. Mas seus efeitos cessam, se suprimidas do organismo humano. Restando apenas a dependência química.
Já a maconha, é diferente.
É a única droga a interferir nas funções cerebrais de forma a causar psicoses definitivas, mesmo quando seu uso é interrompido.
Por isso, ela muito mais perigosa que todas as outras drogas todas juntas. E portanto nunca deve ser liberada.

SOU CONTRA A LIBERAÇÃO DA MACONHA!

Na revista de 31 de Outubro de 2012, o psiquiatra Valentim Gentil Filho dá uma entrevista falando porque ele é contra a liberação da droga.
Falarei aqui somente alguns pontos cruciais e mais importantes da entrevista:

1 - O uso esporádico da droga, causa psicoses transitórios; mas o seu uso crônico, causa um efeito permanente nas conexões nervosas.

2 - Se Carl Sagan não tivesse usado tanta maconha, ele teria sido um profissional ainda mais brilhante e mais responsável.

3 - Acredita no uso medicinal da maconha - em determinadas substâncias extraídas da planta - a Cannabis. Mas não acredita que as versões "purificadas" da planta, vendidas em alguns estados americanos e coffees shops europeus.

A seguir eu listo alguns malefícios da droga para as áreas cerebrais humanas:

1 - Córtex - área da cognição: falta de concentração, dificuldade de raciocínio e problemas de comunicação.

2 - Hipotálamo - área da sensação da saciedade: aumento do apetite.

3 - Hipocampo - área da memória: perda das lembranças, sobretudo as recentes e as de longa duração.

4 - Núcleos de base e cerebelo - áreas dos movimentos do corpo: falta de coordenação motora e desequilíbrio.

5 - Amígdala - área do controle das emoções: aumento ou diminuição da ansiedade.


Fora tudo isso, o risco de contrair certos tipos de doenças comuns a quem não usa é enorme:

Depressão - 2 vezes mais

Transtorno bipolar - 2 vezes mais

Esquizofrenia - 3,5 vezes mais

Transtorno da ansiedade - 5 vezes mais

Observem os prejuízos diários dos usuários da maconha:

Memória - 60% tem dificuldades com lembranças, sempre as mais recentes.

Concentração - 40% tem dificuldades com textos longos e complexos.

Funções executivas - 40% dificuldades em planejar e executar tarefas de forma organizada e rápida.

Vida Social - 40% vivem isolados, limitando sua convivência com as pessoas de seu trabalho.

Inteligência - 8 pontos a menos de QI é a perda registrada pelos usuários da droga.

Vida profissional - 35% ocupam cargos bem abaixo de sua capacidade. Devido ao baixo rendimento e a incapacidade de buscar ajuda.

Por isso, pensem bem, antes de quererem pedir a liberação da Maconha! 
Ela é perigosa! Deve ser antes, é banida para sempre de nossa sociedade!

Fonte: Revista Veja, nº 2293 de 31/10/2012

Wikipédia aqui

Um comentário:

Marcia Melo Morais disse...

muito boa a materia do teu post miguxa ,vim deixar meu carinho!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...