sexta-feira, 8 de novembro de 2013

UM CONTO ÀS AVESSAS


Maria, era uma daquelas "crentes" meio chatas. Toda pessoa que ela encontrava na rua, queria "catequizar" pra sua igreja. Andava sempre com aquela Bíblia de capa azul, debaixo do braço e de vez em quando sentava no banco da praça, para ler em vós alta algumas passagens que ela achava interessante e que segundo ela, "servia pra muita gente" da sua cidade...
Um dia, um amigo de longas datas parou para falar com ela:
_ Maria, tem muito tempo que não te vejo! Como tens passado?
 _ "O Senhor é meu pastor! Nada me faltará"!
_ Como assim? Perguntei como vai você!
_ Ah! Oi Juvenal. Desculpe. Estava lendo o Salmo 23, que eu acho muito bonito e não te vi e nem te vi passar...
_ Não passei! Estou apenas te cumprimentando! Você está bem?
_ Estou sim. Não vê que estou "orando ao Senhor"?
_ O que eu vi é uma querida amiga, sentada aqui na praça, gritando para ninguém ouvir, que sem a fé, Deus não ouvirá ninguém! Mas a praça está vazia e as pessoas passam apressadas...
_ Ah! Todo dia é assim... Mas daqui a pouco, muitas pararam para me escutar... O Mundo carece de Deus! Ele mesmo diz: "Vigiai e orai"!
_ Mas não foi Deus que disse isso! Foi Jesus Cristo aos apóstolos, que dormiam, enquanto ele orava no Monte das Oliveiras!
_ Eu sei... Eu sei...
_ Será que você está mesmo bem?
 _ Quer ir até a padaria tomar um café? Um pão-de-queijo?
_ Eu quero é que as pessoas escutem as minhas palavras. A minha fé!
_ Maria! Você quer impor a sua fé aos outros... E Fé a gente não impõe a ninguém! A fé precisa ser conquistada por cada ser humano. Cada um tem a sua; apesar do Deus ser o mesmo...
Vem comigo! Vamos para minha casa. Minha mulher vai fazer uma sopa quente. Está frio aqui e você poderá "orar" sossegada lá em casa. Além do mais, seu vestido está molhado. Deve estar com frio...
_ Mas meu pastor falou que uma fé sem obras, É uma fé vã.
_ E você acha que alguém vai escutar você aqui nessa praça gelada? Gritando assim aos berros?
_ Deus, quer seus servos, ajudando aos outros, Fazendo Caridade. Amando-se uns aos outros. Isso também é ter fé. Ele escuta cada pensamento seu. Não precisa gritar para ser ouvida. Deus te escuta, mesmo em silêncio absoluto... Vem, vamos até em casa!
E Maria foi andando contrariada, para a casa de Juvenal... Aquele "amigo antigo" não sabia o que estava falando, pensava... Quem sabe conseguisse "levá-los para sua igreja? Estava com frio, era verdade, mas ela sabia que, segundo o pastor: "Deus proverá"!

2 comentários:

Neli Alves disse...

Muito bom. Existem muitas pessoas assim, que querem sair pregando, sem preparo e sem programação. Gritar em uma praça, no meu entender, é jogar pérolas aos porcos. A maior parte das pessoas vai passar e nem vai dar atenção. Agora,o Juvenal, esse sim, seguiu à risca a Palavra, demonstrando seu grande amor ao próximo. Gostei mesmo. Eu te admiro amiga. Bjks. Neli - Iaia Arteira

Flavia Maria disse...

oi milene eu vir o seu comentário no blog um pouco de mim ai entrei no sue blog gostei do texto um conto as avessas e gostei do blog tb eu vou te segui ta, eu tb tenho um blog se ter pra vc mim visita ta, flaviamariavieira.blogspot.com/ vou aguada a sua visita chau fica com DEUS♥.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...