sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

AMOR PELA LEITURA # 52SEMANASDEGRATIDÃO

Essa semana eu vou começar a falar sobre uma pessoa que tenho imensa gratidão: meu pai! Ele me ensinou muitas coisas, a melhor delas, foi o amor pela leitura...
Eu leio de tudo. Tudo mesmo. Até bula de remédio! Amo livros. Mas ainda prefiro aqueles de papel... e ao contrário de gente que gosta de livros novos; eu gosto mesmo é de livro antigo... quanto mais amarelo, quanto mais cheirando a "antiguidade"... melhor!
Sabe? Meu pai era apaixonado por aqueles "livrinhos de faroeste", trazia pilhas e pilhas para casa... Eu lia todos... E sempre acabava primeiro que ele!
A cada livrinho que ele lia, colocava na capa deles, um (*) (esse símbolo era a "marca" dele!).
Minha mãe falava horrores desse hábito... mais porque eu lia junto com ele! E eram histórias muito pesadas: daquelas de tiros para todos os lados, vinganças muito bem elaboradas, mortes horripilantes... Amei essa fase de minha vida... Agradeço por cada dia que eu li essas histórias... me ensinaram sobretudo a não esperar muito das pessoas!
Depois ele ganhou "Seleções" bem antigas... "Devorei" a maioria delas...
Infelizmente, meu irmão em um "surto de loucura" colocou fogo em todas elas!
Sempre havia livros entre a gente. A gente competia para ver quem lia mais...
Sinto muitas saudades dele... 
Um dia fui chamá-lo para sair e ele dormia no quarto dele (ele e minha mãe dormiam em quartos separados) e ele dormia com um livro aberto no rosto. Gentilmente o tirei de seu rosto e ele ralhou comigo, dizendo que estava "lendo para dentro"...


Além de eu ter um pai desse quilate eu era sua "rapinha do tacho"... última filha... agradeço a Deus por cada dia que eu passei ao lado dele. Aprendi tantas coisas! 
Aprendi que Amor é para sempre! Meus pais dormiam em quartos separados, sim; mas nunca falaram em separação...
Ele era cabeça-dura, teimoso; mas eu reconheço em mim algumas desses defeitos.
Ele tinha uma paciência infinita com minha mãe. Até em suas explosões de raiva, ele tinha paciência com ela! (infelizmente não herdei essa qualidade dele!)



Esse texto é uma homenagem a meu pai! Ele faria aniversário na segunda-feira, dia 13/02! Faria 90 anos! O seu grande legado deixado para mim é o amor à leitura... aos livros... Agradeço a Deus por ter me dado um Pai como ele!


13 comentários:

Adriana alves disse...

Oi Milene.
Eu também postei hoje falando do meu pai.
Que lindo esse amor seu e de seu pai pela leitura.
Bjos.

✿ chica disse...

Adorei a homenagem! E a frase LENDO PRA DENTRO ficou ótima!rs Valeu! Linda participação! bjs, chica

SÔNIA R.B. disse...

Milene:
Bela homenagem!

Anabela Jardim disse...

Sempre é tempo de agradecer àqueles que nos deram a vida e cuidaram de nós não só no sentido físico. Bom domingo!

Maria Reciclona disse...

Prezada Milene.
As palavras ensinam, mas o exemplo arrasta...
O hábito da leitura é um dos grandes legados que um pai pode oferecer aos seus filhos. Através da leitura nos chegam novos conhecimentos, lindas aventuras, vários desafios e outros tantos legados capazes de transformar nossa vida em uma experiência melhor e mais feliz.
Amei saber comos eu pai transformou sua vida e lhe ensinou como "ler para dentro" pode nos fazer pessoas melhores.
Receba meu abraço, desejando-lhe uma linda semana cheia de novas experiências literárias.

Maria Reciclona disse...

Prezada Milene.
As palavras ensinam, mas o exemplo arrasta...
O hábito da leitura é um dos grandes legados que um pai pode oferecer aos seus filhos. Através da leitura nos chegam novos conhecimentos, lindas aventuras, vários desafios e outros tantos legados capazes de transformar nossa vida em uma experiência melhor e mais feliz.
Amei saber comos eu pai transformou sua vida e lhe ensinou como "ler para dentro" pode nos fazer pessoas melhores.
Receba meu abraço, desejando-lhe uma linda semana cheia de novas experiências literárias.

Isabel Ramalho disse...

Que linda homenagem ao seu pai, Milene! Meu pai também é uma pessoa muito, muito especial em minha vida.
Beijos

Chris Ferreira disse...

OI MIlene, que linda homenagem ao seu pai que te ensinou tanto e te estimulou a ler. A leitura é um hábito que nunca nos deixa sozinhos.

Também estou na BC: De volta pro meu aconchego
beijos
Chris

Paula Mello disse...

Que bacana, Milene! Adorei essa do seu pai dizer que estava lendo para dentro rsrs sou do tempo da Seleções, nossa, foi bom lembrar!!

Também estou na BC da Elaine e adorei conhecer o seu blog cheio de carinho!

beijosssssss

Tatiana Candido Vilela disse...

Uau! Fiquei até emocionada. Linda homenagem.
Meus pais tb influenciaram meus hábitos de leitura.
De tudo o que eu mais gostei foi a ideia de ler pra dentro. Kkkk... Rindo litros.
Bjs do fundo do Oceano Particular

Roselia Bezerra disse...

Boa Tarde, querida Milene!
Tive um pai maravilhosos também que teve a mesma paciência do seu...
Bjm muito fraterno e grato

Sarah Guimarães disse...

Oi, Milene, que belo relato... Que sorte a sua! Crescer em meio a livros com apoio de um pai como o seu! Eu sempre fui a ovelha negra da família, a que gostava de ler... aff!
Beijos!
www.acasadaritablog.blogspot.com

Quel disse...

Que lindo, Milene! Amei a postagem! Que legal que herdou esse hábito tão bom de seu pai. Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...